Parte do trabalho dos professores é analisar o desempenho dos estudantes, e isso pode ser feito por meio do relatório individual do aluno.

No entanto, apesar de esse relatório ser comum no trabalho docente, muitos professores iniciantes sentem dificuldades para formulá-lo.

Por isso, o Super Professor, melhor banco de questões para professores, preparou este artigo. Assim, vamos explicar o que é e qual a importância do relatório individual do aluno.

Ademais, falaremos sobre quais dados devem constar no documento, bem como o passo a passo para construí-lo. Boa leitura!

Afinal, o que é um relatório individual do aluno?

O relatório individual do aluno é um documento que serve para descrever o desempenho do estudante. Isso é feito durante o percurso de um bimestre, trimestre, semestre ou ano.

Esse parecer segue regras estabelecidas pela escola. Por essa razão, essa análise é feita com base na forma como a instituição considera interessante fazer essa avaliação.

Esse registro é extremamente importante, tanto no caso de alunos que não apresentam nenhum problema, quanto para aqueles que precisam superar alguma dificuldade.

Além disso, vale ressaltar que esse documento sempre deve estar de acordo com as orientações da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

É importante dizer, ainda, que esse relatório serve para todas as etapas de escolarização. Assim, deve ser feito na Educação Infantil e no Ensino Fundamental.

Dessa forma, que tal compreender a importância do relatório individual? A seguir, nós explicaremos.

Qual a importância do relatório individual do aluno?

Como você acabou de ver, o relatório individual do aluno precisa ser feito nas fases de educação infantil e ensino fundamental. Sendo assim, vamos comentar um pouco acerca da importância desse documento em cada uma delas.

Confira:

Na educação infantil

Nesta fase, a criança aprende por meio da ludicidade, visto que estão em processo de amadurecimento da sua cognição.

Por isso, é importante que o professor avalie o aprendizado e a interação do estudante durante as aulas. Isso se deve ao fato de que essas informações constem no parecer.

Neste caso, compartilhar o documentos com os responsáveis pela criança é uma forma relevante de criar meios de melhorar a aprendizagem dela cada vez mais.

Ademais, o relatório do aluno da educação infantil deve analisar aspectos socioemocionais da criança, pois esse é o momento em que ela começa a formar caráter e aprende a se relacionar socialmente. 

Relatório individual no aluno no ensino fundamental

O relatório individual do aluno no ensino fundamental integra a avaliação bimestral dos estudantes que se encontram entre o 1º e o 5º ano.

Neste caso, o documento é importante para registrar como está sendo o processo de adaptação da criança da educação infantil para o ensino fundamental.

Além disso, as análises sobre o desenvolvimento do aluno entre 6 e 10 anos de idade ocorrem de formas variadas. Porém, a ênfase deve ser na alfabetização e letramento.

Assim, é necessário acompanhar as notas obtidas no período analisado, e o professor precisa formular seu parecer com base nos detalhes do desenvolvimento de cada criança.

Portanto, veja que, em ambas as etapas de escolarização, esse relatório é de extrema relevância e, saber fazê-lo da melhor maneira, faz de você um profissional de qualidade.

Assim, leia o tópico seguinte e veja a quais informações os pais precisam ter acesso no relatório individual do aluno.

Relatório individual do aluno: quais informações os pais precisam?

Parte do compromisso dos pais com a criação de seus filhos consiste no acompanhamento escolar. Nesse sentido, o relatório individual do aluno é fundamental.

Com isso, é responsabilidade da escola, bem como dos professores, informá-los sobre o desenvolvimento dos estudantes.

Normalmente, a apresentação dos relatórios aos pais acontece em reuniões, nas quais os professores dão um retorno sobre o desempenho dos alunos aos seus familiares.

Mas quais são as principais informações que eles precisam saber sobre seus filhos na escola? A partir de agora, nós vamos te contar.

Feedback para educação infantil

Por ser uma fase crítica no que diz respeito à aprendizagem das crianças, algumas informações precisam ser acompanhadas de perto pelas famílias.

Por exemplo, um dado relevante é a alimentação, pois os pais precisam saber o que seus filhos comem na escola, assim como os alimentos recusados pelas crianças.

Ademais, é importante que eles saibam quantas horas a criança costuma dormir na escola, bem como a qualidade do sono e se ela tem apresentado sonolência em excesso.

Também é necessário informá-los sobre possíveis necessidades educacionais específicas. 

Assim, os professores devem estar atentos aos casos em que o aluno apresenta necessidade de atendimento educacional especializado.

Por fim, outras informações como idas ao banheiro, problemas de saúde e questões familiares também devem ser esclarecidas aos responsáveis.

Feedback para ensino fundamental

Como, nesta etapa, as crianças são um pouco maiores, questões relacionadas à alfabetização das crianças ganham destaque no relatório individual do aluno.

Com isso, é necessário informar aos pais sobre o desenvolvimento das habilidades cognitivas dos estudantes, por exemplo, as dificuldades apresentadas em cada disciplina.

Outra informação indispensável para os pareceres dessa fase é o aspecto emocional, pois muitas crianças demonstram na escola problemas vividos em casa.

Dessa forma, sempre que o professor perceber algo nesse sentido, é primordial relatar no documento e repassar aos pais.

Pensando que a criança ainda está se desenvolvendo, outro dado importante diz respeito às habilidades físicas do aluno, bem como suas aptidões sociais. 

Portanto, só falta saber como fazer esse documento, não é mesmo? Sendo assim, leia o tópico a seguir.

5 passos para criar um relatório individual de aluno

Antes de finalizar este artigo, apresentamos as etapas da elaboração do relatório individual. Veja como é simples!

  1. Dados de identificação da escola, do aluno, da turma, entre outros;
  2. Introdução, apresentando a proposta do trabalho e as atividades realizadas durante as aulas;
  3. Descrição minuciosa do desempenho do aluno;
  4. Desenvolvimento, contextualizando a análise sobre o aluno com base na BNCC;
  5. Conclusão, informando se o estudante atingiu ou não o conceito mínimo necessário.

Melhore o desempenho dos seus alunos com o banco de questões do Super Professor!

Agora que você sabe fazer o relatório individual do aluno, que tal pensar em como fazer boas listas de exercícios para suas turmas?

Para isso, conte com o Super Professor, pois temos um banco de questões completo, com inúmeros exercícios.

Assine agora mesmo e faça bons materiais para seus alunos.

E se este artigo te ajudou, continue lendo outros conteúdos do Blog do Super Professor.

Escreva um comentário